quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Presentes que devemos recusar

image

“Não ficarei com nada do que é seu” – Gênesis 14.23

Com seus 318 servos, Abraão enfrentou quatro reis para trazer seu sobrinho de volta e venceu. Ao salvar seu sobrinho, acabou salvando as cidades que haviam sido conquistadas pelos quatro reis. Entre elas estava Sodoma, cidade em que Ló morava. Após essa batalha, Abraão foi visitado por duas pessoas trazendo-lhe presentes. O primeiro foi Melquisedeque rei de Salém, sacerdote do Deus altíssimo. Melquisedeque lhe trouxe pão e vinho, e o abençoou. Abraão aceitou tanto o pão e o vinho quanto a benção, pois, Melquisedeque era enviado de Deus. O outro que veio ao seu encontro foi o rei de Sodoma, lhe oferecendo riquezas. Abraão recusou. Abraão discerniu naquele presente do rei de Sodoma uma futura armadilha. Futuramente o rei de Sodoma propagaria que foi ele quem havia enriquecido Abraão. Abraão iria crescer com trabalho e a ajuda de Deus, e não pelas dádivas do rei de Sodoma.

Precisamos ter discernimento, pois, nem todo aquele que estende a mão para nós, tem intenções puras. Se por um lado existem os que nos trazem pão e vinho para nos suprir por ordem de Deus, há aqueles que, com a sua “ajuda” querem nos prender e se promover. Há ajudas que devemos recusar, não por orgulho, mas por prudência. Há pessoas que vêem sua ascensão e procuram um meio de um dia poderem dizer: “Ele só chegou lá por minha causa”. Vamos abrir os nossos olhos!

Foi só depois de recursar o presente do rei de Sodoma, que Abraão recebeu a promessa de Deus: “Eu te darei uma grande recompensa”.

Pr Edmilson

1 comentário

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br