quinta-feira, 21 de maio de 2009

O vôo da fênix

Sempre fui admirador de pessoas que exercem a capacidade de se levantarem do meio das cinzas, pois nesta vida, nem tudo sairá da maneira que esperávamos. Muitas vezes seremos atingidos por coisas que machucarão nossos corações, coisas que nos farão chorar, coisas que nos darão a impressão de que o chão desapareceu de debaixo dos nossos pés. Quando estas coisa acontecem, é normal primeiramente nos sentirmos abatidos. Quem tem sangue de barata? Mas, o que nos tornará pessoas admiradas e fonte de inspiração para outros será nossa reação. É isso ai! Guarde esta palavra, “Reagir”.

Quando Davi pensou que já havia experimentado de tudo na vida, um dia chegou ao seu conhecimento que Absalão, seu filho, havia reunido um exército em Hebrom e que se dirigia a Jerusalém para matar o pai e tomar seu trono. Essa doeu! Como pode uma coisa destas? Absalão, o moço mais belo de Israel, o moço que tinha iniciativa e que prometia, o moço que qualquer um olhava e dizia: “Este tem futuro” . Absalão era seu filho, era o menino que ele viu crescer e dar os primeiros passos. Era o menino a quem Davi havia dado o melhor que pôde e que ele amava de todo o coração. Agora esse moço queria matá-lo. É, essa doeu mesmo!

Davi teve que sair de Jerusalém para não ser morto pelo filho. Davi saiu com os pés descalços, a cabeça coberta e o coração... só Deus sabe. No caminho ele cruzou com um homem chamado Simei que começou a acusá-lo de absurdos e lhe tacar pedras. Numa hora daquelas!

Por coisas menores que estas, muitos entraram em depressão e desistiram da vida. Mas, o que fez Davi? Ele reagiu.

O Salmo três, trás um título interessante, “Davi escreveu este salmo quando fugia do seu filho Absalão”. Este Salmo diz:

1 Ó SENHOR Deus, tenho tantos inimigos! São muitos os que se viram contra mim!

2 Eles conversam a meu respeito e dizem: “Deus não o ajudará!”

3 Mas tu, ó SENHOR, me proteges como um escudo. Tu me dás a vitória e renovas a minha coragem.

4 Eu chamo o SENHOR para me ajudar, e lá do seu monte santo ele me responde.

5 Eu me deito, e durmo tranqüilo, e depois acordo porque o SENHOR me protege.

6 Não tenho medo dos milhares de inimigos que me ameaçam de todos os lados.

7 Vem, ó SENHOR! Salva-me, meu Deus! Tu atacas os meus inimigos; tu humilhas os maus e acabas com o seu poder.

8 És tu que dás a vitória. Ó SENHOR Deus, abençoa o teu povo.

Este é um Salmo de um homem que decidiu não ficar prostrado e nem ficar chorando sobre o leite derramado. Este é o Salmo de um homem que aprendeu a ressurgir das cinzas.

Não existe máquina do tempo para voltarmos atrás e desfazermos certas coisas. Ninguém tem uma estrela na testa que nos mostra quem elas são antecipadamente. Perfeito só Deus é. Então, só podemos levantar a cabeça, aprender com os dramas que enfrentamos e “corrermos atrás do prejuízo”.

Vamos sacudir a poeira e levantar vôo novamente. Como diz o Pr José Carlos: “A vida continua”.

6 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br