sábado, 18 de julho de 2009

Filho de peixe nem sempre é peixinho

image

O SENHOR falou com Josué, filho de Num, e lhe disse: —Seja forte e corajoso. Você comandará o povo na conquista da terra que prometi dar a eles, e eu estarei com você – Dt 31.23

Moises tinha dois filhos, Gerson e Eleazar, mas Deus disse que seu sucessor seria Josué. Isso porque unção e ministério não são coisas hereditárias. Não são coisas que passam automaticamente de pai para filho. Unção de Deus é uma coisa que tem quem busca. Ministério é para quem Deus chama.

O mundo está cheio de filhos de gente abençoada que não querem nem saber de Deus. Falo assim com todo temor, pois eu tenho filhos. Eu quero que meus filhos sejam abençoados. E Peço a eles que busquem cada vez mais a Deus, que tenham experiência com Deus, que se santifiquem. Assim eles serão abençoados.

Se meus filhos serão pastores, eu não sei. Isso quem sabe é Deus. Quem chama uma pessoa para o ministério é Deus e não eu. Mas uma coisa eu peço a Deus: é que eles busquem e sejam fieis a Deus para que sejam servos de Deus abençoados.

Há muitos casos de ministros que cismam que o filho tem que seguir a mesma carreira que eles e querem enfiar-lhes goela abaixo uma coisa que não está no coração deles, nem no de Deus. Querem que eles tenham a mesma vida que eles tiveram que faça as mesmas coisas que eles faziam. No fim, os filhos desistem de ser até servos de Deus, quanto mais ministros. Eu só oro pra que se cumpra a vontade de Deus na vida dos meus filhos.

Que Deus grave isso em nossos corações: bênção de Deus não é hereditária. Ministério não é hereditário. Unção não é hereditária.

2 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br