quarta-feira, 17 de março de 2010

Judas, o homem que nunca soube

image

Algumas vezes, eu tentei imaginar que tipo de homem este Judas era. Como ele era, quem eram os seus amigos.

Eu acho que eu o estereotipei. Eu sempre o imaginei como sendo magro, de olhos grandes e redondos, dissimulado, uma pessoa vil, de barba pontuda e muito mais. Eu o descrevi como alienado em relação aos outros apóstolos. Sem amigos. Distante. Sem dúvida ele era um traidor e um colaboracionista. Provavelmente o resultado de um lar desmoronado. Um delinqüente em sua juventude.

No entanto, eu imagino se isso fora verdade. Nós não temos nenhuma evidência (somente o silêncio de Judas) que sugeriria que ele fosse uma pessoa isolada. Na última ceia, quando Jesus disse que o seu traidor havia assentado à mesa, nós não achamos nenhuma passagem que mostre os apóstolos se virando para Judas como se ele fosse o ardil traidor.

Não, eu acho que nós o pegamos como bode expiatório. Talvez ele fosse exatamente o contrário. Em vez de magro e dissimulado, talvez ele fosse robusto e jovial. Em vez de quieto e introvertido, talvez ele poderia ter sido extrovertido e cheio de boas intenções. Eu não sei.

Mas para todas as coisas que nós não sabemos a respeito de Judas, existe uma coisa certa que nós sabemos: Ele não tinha relacionamento com o Mestre. Ele viu Jesus, mas não o conhecia. Ele ouviu Jesus, mas não o compreendeu. Ele tinha uma religião, mas não tinha um relacionamento.

Como Satanás trabalhava à sua maneira ao redor da mesa, ele precisava de um tipo especial de homem para trair o nosso Senhor. Ele precisava de um homem que tinha visto Jesus, mas que não o conhecia. Ele precisava de um homem que conhecia as ações de Jesus, mas que havia omitido a missão de Jesus. Judas era o homem. Ele conhecia o império, mas ele nunca conheceu o Homem.

Nós aprendemos esta intempestiva lição do traidor. As melhores armas de Satanás não são de fora da igreja; elas estão dentro da igreja. Uma igreja nunca morrerá por causa da imoralidade em Hollywood ou por causa da corrupção em Washington. Mas morrerá por uma corrosão dentro de si mesma – por causa daqueles que defendem o nome de Jesus Cristo, mas na verdade nunca o conheceram, e por causa daqueles que têm religião, mas não tem relacionamento.

Judas carregou o manto da religião, mas nunca conheceu o coração de Cristo. Vamos fazer com que esse seja o nosso objetivo a ser conhecido... profundamente.

 

Max Lucado

4 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br