quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Na hora do aperto, cuidado

image

Naquele tempo houve em Canaã uma fome tão grande, que Abrão foi morar por algum tempo no Egito – Gênesis 12.10

Abrão veio parar na terra de Canaã por uma ordem de Deus. Ele saiu da cidade de Ur, onde vivia confortavelmente a tantos anos e se embrenhou numa aventura de fé. Uma vez que Canaã era a terra para onde Deus o havia mandado, seria de se esperar que aquela terra fosse um paraíso. No entanto, havia fome naquela terra, provavelmente provocada por um longo período sem chuva. Trilhar o caminho da fé faz com que nos deparemos com situações que parecem incoerentes. Nessas horas nossa confiança em Deus é colocada à prova. Naquelas horas, talvez chegassem viajantes de Ur, parentes ou conhecidos de Abrão para lhe falar da bobagem que ele fez ao sair de sua cidade e que o melhor seria ele deixar de ser orgulhoso e voltar para sua terra e esquecer esse negócio de “voz de Deus”. Como poderia Deus tê-lo levado para um lugar daqueles? O velho patriarca estava sendo tentado a voltar atrás, e os momentos de aperto são uma terrível tentação a isso.

Voltar, ele não voltou, mas caiu em outra tentação. Abrão pegou sua esposa e foi para o Egito, pois parecia que era o melhor a fazer. Ele estava vendo no Egito uma saída para o aperto que estava vivendo. Quando chegou ao Egito, Abrão disse aos egípcios que Sarai era sua irmã, a fim de que os egípcios não o matassem para ficar com ela. “Afinal, antes de nos casarmos ela era minha meia-irmã”, pensava ele, ”então, é só uma meia mentira”. Mas, que projeto é esse que já começa com uma mentira?

Por causa do que ele disse, faraó tomou Sarai para si e cobriu Abrão de riquezas. Mas, que projeto é esse no qual se perde a família, mesmo ganhando riquezas? Fico imaginando como ficou o coração de Abrão quando viu sua esposa sendo levada. A paz sumiu do seu coração. Eis aí um grande indício de que se está vivendo fora dos projetos de Deus: a paz desaparece. E ela desaparece mesmo quando se recebe riquezas como presente do príncipe deste mundo. O príncipe deste mundo mantém muitas pessoas presas com seus presentes.

Mas, graças a Deus, com Abrão não foi assim. Deus não havia desistido do patriarca. Ele julga principalmente as intenções do coração. Deus fez com que a verdade viesse à tona e libertasse Abrão daquela situação. Com a verdade, a paz começou a voltar ao coração de Abrão e ele tomou o caminho de volta para o lugar de onde ele nunca deveria ter saído. Abrão descobriu que enquanto estivermos habitando na terra da vontade de Deus, verdadeiramente seremos alimentados.

Pr Edmilson

6 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br