sexta-feira, 21 de novembro de 2008

A Graça que assusta

"Eu também não condeno você" – Jo 8.11

A graça de Deus é algo que nos fascina e muitas vezes nos assusta. Geralmente nos fascina quando é para nós e nos assusta quando é para os outros. Teoricamente, sabemos que graça é "favor imerecido", ou como eu gosto de dizer "Deus trabalhando em favor do homem". Mas, como reagimos quando vemos Deus concedendo seu favor a quem não merece? Será que nos alegramos ou nos escandalizamos?

Na maioria das vezes, achamos que graça deve ser concedida a quem merece, e nem percebemos que, uma vez que a pessoa merece, já não é mais graça.

Imaginemos nós presentes na cena em que uma mulher é pega em adultério e levada até Jesus. O fato de Jesus tê-la perdoado já começa a nos incomodar. Ela veio até Jesus à força. Ela não veio até ali pedindo perdão. Sabe Deus quanto tempo ela ainda iria permanecer com seu "caso" se não fosse pega. Se ela foi pega em "adultério", ou ela era casada, ou tinha um caso com um homem casado, ou os dois. Logo, havia mais alguém que foi machucado pelos atos desta mulher. Havia alguém que desejava profundamente que ela fosse apedrejada. Havia alguém chorando e desejando a morte desta "sem vergonha".

Mas, o que o Mestre fez?

Em primeiro lugar Ele a livrou da condenação da morte por apedrejamento. Sim, através de Sua sabedoria, Jesus faz com que os acusadores desistissem de matar a mulher.

Em segundo lugar Ele também a absolveu. Ele disse a ela: "Eu não te condeno".

Só depois disso Jesus a exortou: "Não faça mais isso".

Ao ler esta história, às vezes me pergunto o que o marido desta mulher acharia da atitude de Jesus para com ela, ou qual foi a reação da esposa do outro. Sei lá...

Mas a graça de Deus é assim. Às vezes ela parece até injusta.

A única maneira de não nos ofendermos com a graça de Deus é nos enchermos dela. Quem está cheio da graça de Deus também tem atitudes que chocam os outros. Onde os outros esperam justiça, a pessoa cheia da graça manifesta perdão e misericórdia, frutos desta graça.

A grande preocupação de muitos com esta graça é que ela venha trazer anarquia moral. Mas, temos que acreditar que quem foi alcançado pela graça de Deus é transformado.


2 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br