segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Aprenda a Esperar





esperarjpg



"O que você fez foi uma loucura!" - 1 Sm 13.13



Tanto Saul como Davi foram submetidos a um dos testes mais difíceis na vida de alguém que deseja andar no centro a vontade de Deus, o teste da espera.


Saul recebeu a ordem de só começar a batalha contra os filisteus quando Samuel voltasse sete dias depois e oferecesse o sacrifício a Deus. Mas os filisteus começaram a avançar e o povo foi ficando apavorado e muitos deixaram Saul. E para piorar a situação, Samuel se atrasou. Saul se viu pressionado pelo abandono do povo e justificado pelo atraso de Samuel e ele mesmo pôs o animal sobre o altar e ofereceu o holocausto. Justamente nesta hora, Samuel chegou!


Samuel não chegou se desculpando pelo atraso, mas sim, perguntando: "O que foi que você fez?"


Primeiramente Saul culpou o povo que o estava abandonando e depois culpou o próprio Samuel: "Você não veio como havia prometido". Saul era do tipo que achava que o erro do outro justificava o dele. "Eu achei que tinha de oferecer o sacrifício" - disse ele. Às vezes nossos achismos custam caro. Mal sabia ele que estava num teste e que foi reprovado.


Samuel lhe passou o resultado de sua prova:


"O que você fez foi uma loucura!" - Tudo que se faz na precipitação é loucura e só traz dores de cabeça.


"Você não obedeceu à ordem do SENHOR, nosso Deus. Se tivesse obedecido, ele teria deixado que você e os seus descendentes governassem o povo de Israel para sempre" - A bênção estava tão perto, mas ele a perdeu.


"Mas agora você não continuará a governar. Você desobedeceu ao SENHOR, e por isso ele vai encontrar um homem do tipo que ele quer e o fará chefe deste povo" - Saul seria substituído (1 Sm 13.13,14).


Tivesse Saul esperado mais um pouco...


Tivesse ele não cedido à pressão...


Tivesse ele não sido levado pelo seu senso carnal de justiça ao julgar o fato de Samuel ter se atrasado...


Mas a precipitação lhe tirou o trono.


Saul continuou sendo rei, mas, sem a bênção de Deus.


Davi também teve que passar pelo teste da espera. Entre o momento que ele foi ungido e o momento em que ele se sentou no trono, muitos anos se passaram. Durante esses anos, Davi foi perseguido e caluniado por Saul. Davi teve que sair de casa e se esconder em cavernas, pois Saul o queria matar.


Uma vez, Saul entrou em uma caverna para atender necessidades fisiológicas sem saber que Davi e seus homens estavam naquela caverna. Quando os homens de Davi viram Saul ali a mercê de suas espadas, começaram a pressioná-lo para que matasse aquele que queria matá-los. Um deles chegou a dizer que era Deus quem estava dando aquela oportunidade para Davi. Davi se aproximou de Saul no escuro, e quando voltou para junto de seus homens que o aguardavam com a cabeça de Saul na mão, Davi trazia somente um pedaço no manto de Saul. Sim, Davi o havia poupado (1 Sm 24.1-7). Davi preferiu esperar o momento em que Deus faria as coisas de seu jeito. Provavelmente, seus homens não gostaram muito do que ele fez, mas, quem quer andar na vontade de Deus não pode ceder à pressão do ibope alto diante dos outros.


Davi soube esperar e quando se sentou no trono, sentou-se em um trono abençoado. Foi ele quem testemunhou o valor da espera: "Esperei com paciência pela ajuda de Deus, o SENHOR. Ele me escutou e ouviu o meu pedido de socorro" - Sl 40.1.


Atos precipitados não podem contar com a bênção de Deus. Esperar é algo difícil, mas, se soubermos esperar, o que vier será abençoado e nos trará satisfação e segurança. A bênção só vem sobre aqueles que sabem esperar.

2 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br