domingo, 25 de janeiro de 2009

Tragédias. A vida não é tão simples

Tragédia

E lembrem daqueles dezoito, do bairro de Siloé, que foram mortos quando a torre caiu em cima deles. Vocês pensam que eles eram piores do que os outros que moravam em Jerusalém? - Lc 13.4

Tragédia sempre foi motivo de comentários. Naquela época haviam duas que estavam dando o que falar. Uma delas foi a chacina que Pilatos promoveu sobre alguns galileus quando estes estavam adorando a Deus no templo. A outra foi a queda de uma torre no bairro de Siloé que causou a morte de dezoito pessoas.

Entre o povo de Israel, povo que vivia da religião, aquelas tragédias assumiram aspectos religiosos também. Para eles era claro que, se Deus havia permitido que aquilo acontecesse era porque estes homens estavam em falha em alguma áreas da vida. Para eles, a vida era algo previsível. Se o homem estava andando corretamente, nada de mal lhe sobreviria. Se ele estava em desobediência à lei de Deus, a calamidade viria sobre ele. Era uma equação muito simples.

Mas Jesus mostrou para eles que a vida não era tão simples assim. E basta nós olharmos em volta para vermos que não é simples mesmo. Se analisarmos a vida por este ângulo, veremos que existem muitos que são fortes candidatos a que uma torre caia em suas cabeças, mas que isso não acontece. Enquanto existem outros que nunca deveriam ser tocados pelo infortúnio muitas vezes o são.

Mas infelizmente, a velha teologia dos amigos de Jó continua em ação. Essa teologia faz com que os religiosos julguem os que passam por problemas ao invés de ajudá-los. Essa teologia faz com que as pessoas pensem que o mundo e a vida são governados por uma lei, e não por um Deus. Essa Teologia faz com que as pessoas tenham expectativas erradas sobre a vida.

Apesar de haver uma certa verdade nela, ela não é completa. Sim, o pecado pode trazer muitas tragédias á vida, e a vida de obediência traz muitas bênção. Mas isso não acaba com as perplexidades da vida.

Tsunames, quedas de torres e de telhados, fazem parte de uma vida que não é nada simples. O que deve ser simples é a nossa fé num Deus soberano. O que deve ser simples é o nosso olhar para Ele em todos os momentos e continuar acreditando que Ele é o Deus que nos socorre na angústia. O que deve ser simples e nossa fé de que Deus pode tornar o mal em bem.

Se não tivermos essa fé simples, corremos o risco de despertarmos a ira de Deus com os nossos julgamentos. Os amigos de Jó fizeram isso, e só não morreram por causa da intercessão do homem a quem eles estavam julgando.

Que Deus nos capacite a sermos pessoas de fé simples num mundo complexo e paradoxal.

3 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br