quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

A bênção do esquecimento

The_Lighthouse__by_DesigningDivas

Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão - Fl 3.13

Aqui Paulo dá o segredo de avançar: esquecer das coisas que ficam para trás. Ninguém pode crescer e avançar se não receber a bênção do esquecimento. É claro que há coisas da quais Deus não quer que esqueçamos. Mas existem outras que sim, Ele quer que fiquem para trás. Há coisas que são verdadeiras âncoras, que seguram o barco de nossas vidas e impedem que vamos para frente.

A Bíblia diz que José teve dois filhos quando foi glorificado no Egito. O primeiro se chamava Manassés. Este nome quer dizer "esquecimento". Mas, por que José colocou um nome destes em seu filho? Ele explica: "Deus me fez esquecer de todos os meus sofrimentos e de toda a família do meu pai" (Gn 40.51). José foi jogado em um poço pelos irmãos e vendido como escravo. É claro que isso causou mágoas em seu coração. Ele era humano como eu e você. Ser colocado numa feira para ser vendido. Ser negociado como se fosse um cavalo. Tudo por causa de seus irmãos. Quanta mágoa José carregava em seu coração! E, para piorar, quando José estava subindo de novo na vida (ele se tornou mordomo de um oficial de Faraó), lá vem a patroa colocá-lo em apuros novamente. Por causa de uma mentira dela ele foi parar numa prisão. É isso aí, numa prisão! Será que existe lugar pior neste mundo do que uma prisão? Mais um motivo para ele sentir mágoas. Mas, agora que o sofrimento acabou Deus derramou sobre ele a bênção do esquecimento. De repente, todos seus sofrimentos começaram a ter novo sentido e, o melhor, eles não lhe machucavam mais. Nesta época nasceu seu primeiro filho e ele colocou nele um nome que faria com que ele se lembrasse da bênção que Deus lhe havia dado naquele momento, a bênção do esquecimento. Foi depois disso que José começou a perceber que se ele já era um homem frutífero, agora esta frutificação havia dobrado. Foi aí que nasceu Efraim. Este nome quer dizer "duplamente frutífero". Muitos não conseguem experimentar a bênção da dupla frutificação por que não querem deixar para trás as coisas que devem ficar para trás. Vivem se recordando e remoendo coisas velhas e ficam presas a elas. Meu amigo, devemos avançar e isso só conseguiremos se começarmos a olhar para frente.

Cinco coisas que devemos esquecer

As derrotas - Devemos esquecer as derrotas do passado e nunca deixar que elas façam de nós pessoas traumatizadas e medrosas . As únicas coisas que devem ficar das derrotas são as lições que dela aprendemos.

As vitórias - Alguém já disse que um dos grandes impedimentos para o crescimento do homem são suas vitórias passadas. O homem que vive de saborear-se das lembranças de seus grandes feitos não pode alcançar o muito que Deus tem a fazer ainda através dele.

Os pecados - Pecado confessado deve ser pecado esquecido. Lembrança de pecados desanima, entristece. Vamos nos lembrar que o sangue de Jesus tem poder.

As rixas - Por grande que seja o que alguém fez contra nós, vale a pena libertar essa pessoa e esquecer as rixar. Como é bom apertar a mão de alguém e dizer: "vamos esquecer o que se passou".

Os sofrimentos - Lembrança de sofrimentos podem trazer amargura ou então auto-piedade. Tanto uma como a outra são pecado.

Nos desvencilhando destas coisas, nossa caminhada se tornará mais leve.

4 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br