domingo, 22 de março de 2009

Espiritual ou Psíquico

image

O escritor da epístola aos hebreus diz que a palavra de Deus é capaz de dividir alma e espírito (Hb 4.12). E como é importante aprendermos a, pela palavra de Deus, dividirmos alma (psique), de espírito (pneuma). Tanto alma, como espírito fazem parte das interioridades do homem, mas não são a mesma coisa. Por estarem tão próximos, é muito fácil confundir as ações geradas no espírito com as ações geradas na alma.

Diz a Bíblia que Adão foi feito alma vivente, logo, Adão foi marcado pela predominância da psique. A Bíblia diz que Jesus, o segundo Adão, foi feito espírito vivificante,mostrando que aqueles que nasceram no segundo Adão são marcados pela predominância do espírito (1 Co 15.45). Mas, que diferença faz isso?

Primeiramente, vamos entender que nossa psique (alma) envolve nosso intelecto, nossas emoções e nossa vontade. Nosso espírito envolve nossa consciência, nossa intuição e nossa comunhão. O propósito de Deus é que nosso espírito influencie nossa alma, e que nossa alma influencie nosso corpo. Só assim nos tornamos pessoas espirituais. Quando é a alma que se junta ao corpo e subjuga o espírito, nos tornamos pessoas carnais ou psíquicas.

É no nosso espírito que Deus habita e é através dele que Deus fala conosco, nos orienta e usa. O espírito é como o santo dos santos onde estava a arca da aliança. É a parte mais profunda do nosso ser e também a mais nobre. Diz a Bíblia que o espírito é a lâmpada (Pv 20.27 ARA). É ali que o homem tem discernimento das coisas espirituais.

A alma é a sede da nossa personalidade e é através dela que o homem tem consciência de si mesmo. Ela envolve tudo o que é psíquico ou mental. Se a alma é a sede da personalidade, a mente é a sede da alma.

Como cristãos, é importante sabermos discernir as influências da alma sobre nossa vida para que não caiamos no engano de confundir coisas da nossa alma com coisas do espírito.

Vamos entender na prática como isso funciona:

· Uma pessoa vai pregar e começa a falar de coisas que surgem no seu espírito. As palavras fluem com naturalidade e há algumas coisas que ele fala que nem ele mesmo sabe por que está falando. Mas o resultado mostra a origem desta pregação. É uma pessoa que se aproxima no final da pregação e lhe diz que através dele, Deus lhe respondeu o que estava perguntado. Outro chega até ele e lhe diz que parecia que ele sabia o que estava acontecendo em sua vida e chega a lhe perguntar se alguém lhe contou algo. Sua mente não sabe de nada disso, mas seu espírito que está ligado em Deus, sabe. Isso é uma mensagem espiritual.

· Um outro vai pregar e começa a contar coisas que mechem com as emoções das pessoas. Conta a história de uma mãe que perdeu o filho num acidente ao som de um fundo musical no teclado. O povo chora. Ele fala palavras de triunfo recheadas de histórias de sucesso, e isso a autos brados. O povo vibra. Ele sabe certas coisas a respeito daquele irmão que está sentado no segundo banco. Ele sabe que aquele irmão gosta de espancar a mulher. Ele fala sobre o fim daqueles que espancam as esposas. Os outros vibram e o irmão espancador fica furioso e continua a espancar a esposa. A fonte de suas mensagens são a internet, fofocas, livros e seu raciocínio. Sua mensagem tem como fonte a alma e só consegue mexer com a alma. Ela não produz nenhum fruto espiritual.

· Um ministro vai orar pelas pessoas pedindo que Deus as cure. Ele faz isso confiando na palavra de Deus e em sua presença. Ele ora e impõe as mãos sobre elas, pois é isso que a palavra de Deus manda fazer. Ele sabe que seu papel é orar, o de Deus é curar, se assim Ele o quiser fazer. Se Deus lhe dá uma palavra revelada acerca de algo, ele fala esta palavra. Se Deus não revela, ele só faz o que a palavra escrita de Deus diz. Ele confia os resultados à Deus. Haverá dias que ele sentirá algo espetacular no momento da oração pelos enfermos, um calor, um arrepio, terá uma visão, será orientado a orar especificamente por alguém e por determinada cura. Haverá dias em que ele não sentirá nada, mas também não procurará produzir nenhum sentimento. Ele tem a palavra de Deus, e para ele isso já basta. Milagres verdadeiros e permanentes acontecem através de pessoas assim.

· Um outro, aprendeu as técnicas de como manipular as pessoas. Ele sabe o que é sugestionar e faz isso com prazer. Ele sabe o quanto existem pessoas com a mente manipulável, e manipula. Semelhante a um hipnotizador ele usa bem as palavras, que são a principal ferramenta para se sugestionar alguém. Ele diz: “quando eu levantar a mão, pessoas cairão no chão”. Ele levanta a mão e pessoas caem no chão. Ele diz: “quando eu orar, pessoas vão começar a vomitar”. Ele ora e pessoas vomitam. Ele diz: “quando eu contar até três, pessoas vão começar a gritar”. Ele conta até três e pessoas começam a gritar. Enfim, o que ele disser, as pessoas farão (Não todas, pois, há pessoas que não são sugestionáveis). Ele tem que anunciar primeiro o que vai acontecer. E como as pessoas ficam espantadas com o que acontece! Elas não percebem que o que acontece não tem propósito e nem sentido e que o que acontece não afeta suas vidas em nada. As “curas” que acontecem nesses shows pirotécnicos, não passam de curas psicossomáticas. São “curas” feitas na força da alma.

Eis a razão por que muitos milagreiros conseguem fazer suas cruzadas de sinais e maravilhas, ao mesmo tempo em que, entre uma cruzada e outra, saem com prostitutas, usam drogas, freqüentam boates gays, são estelionatários. Muitos ficam confusos ao saberem da vida obscena que certas pessoas levavam, ao mesmo tempo em que faziam seus milagres e maravilhas. Há os que acreditam que era Deus operando, mesmo com a vida errada do ministro. Sinceramente não creio nisso. Quando se trata de um ministro que tinha suas falhas e limitações e que caiu em erro como qualquer um está sujeito a cair, mas que confessa seus erros e que procura mudar de vida, aí é outra coisa. Mas, quando se trata de alguém que vive vida dupla, enganando e manipulando as pessoas, eu não consigo acreditar em Deus envolvido nisso. Trata-se mesmo é de sinais e prodígios feitos na força psíquica e com um empurrão do maligno.

Um dia um senhor parou na porta da igreja e começou a falar comigo. Ele mostrava sua frustração com igrejas e com pregadores. Foi algo que ele havia passado que o deixou atônito. Contou-me ele que, um dia pegou um folheto que anunciava uma grande cruzada de milagres. Ele foi ao lugar indicado no folheto. Era um ginásio amplo e estava lotado. O pregador bradava as maravilhas que iriam acontecer e, de fato ele viu coisas espantosas acontecerem. Quando se formou uma fila para receber oração do ministro ele entrou na fila e, após esperar muito, chegou sua vez de receber a oração do homem de Deus. O homem olhou para ele e falou baixo no seu ouvido: “após a cruzada, você não quer sair comigo?”. O homem quase caiu para trás. Ele nem sequer respondeu à proposta do sujeito. Ele saiu dali horrorizado, para não queres saber mais de pregadores e poderosos homens de Deus. Fiz o que pude para explicar o que ele presenciou. Procurei mostrar a importância de buscarmos e confiarmos em Deus, independente das barbaridades dos homens.

É isso aí! O poder psíquico do homem, com a ajuda do diabo, é capaz de fazer muita coisa e de escandalizar muita gente.

Não escrevo estas coisas para criar céticos. Eu creio em milagres e no poder de Deus. Creio que existem muitos homens de Deus sérios e santos nesta nação através de quem o poder de Deus tem fluido. Mas, sejamos mais prudentes com as coisas que presenciamos. Sejamos mais prudentes antes de tacharmos certas coisas de poder de Deus.

Simão, o mágico, enganava as pessoas da cidade de Samaria a ponto de ser chamado de “o grande poder” (At 8.10). Mas, isso só durou até que Felipe chegou à cidade e, no nome de Jesus, paralíticos e coxos eram curados e endemoninhados eram libertos. As trevas só duram até a luz chegar. Deus quer homens e mulheres cheios do Espírito Santo e de vida santa para que através deles possa manifestar seu poder.

Para isso é necessário que aprendamos a andar no espírito e não nos enganos da alma influenciada pela carne. Temos que separar alma de espírito.

3 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br