sexta-feira, 13 de março de 2009

A vovó está nos esperando

 image

Faz mais de vinte anos que ouvi uma história cheia de significado. É mais ou menos assim:

Uma senhora criava um casal de netos em sua fazenda. Eles eram irmãos e tinham uma diferença de idade de um ano mais ou menos. Estavam entre os 7 e os 10 anos. Não me lembro quem era o mais velho. Eles ajudavam a avó nos afazeres da casa.

Um dia os dois brincavam perto do local onde a avó criava gansos. Entre eles havia um que era de estimação. Grande bonitão.

- Eu duvido que você consiga acertar uma pedra neste ganso ai, no grandão – disse a menina para o irmão.

- Eu consigo sim. Tenho boa pontaria – respondeu o menino.

- Acerta nada. Você nem tem coragem para fazer isso – desafiou a menina.

O garoto procurou em volta uma pedra, achou-a e com coragem tacou no ganso. E não é que o menino tinha boa pontaria mesmo. Acertou o ganso em cheio, na cabeça. O coitado do ganso cambaleou, emitiu alguns sons e caiu sangrando e... morreu.

Quando o menino viu o animal morto ficou apavorado.

- Como é que você fez uma coisa destas - disse a menina para o irmão.

- Foi você quem mandou eu fazer.

- Eu. Agora a culpa é minha. A Vovó vai te matar.

Apavorado, o menino pegou o corpo do animal levou-o para trás de uns arbustos e enterrou-o.

Os dias que se seguiram foram difíceis para o menino, pois, a irmã passou a acusá-lo e, pior, chantageá-lo. Qualquer coisa era motivo para dizer ao menino que iria contar para a avó.

Um dia, não agüentando mais o tormento da irmã, ele foi conversar com a avó.

- Vovó – começou ele, chorando – tenho algo a te dizer.

- Diga então.

- Sabe aquele ganso enorme que a senhora tanto gosta.

- Sei. Ele anda sumido, né?

O menino engoliu seco e contou o que havia feito. Mas, ao olhar para a avó, viu que ela não expressava nenhuma surpresa.

- Meu filho – disse ela – quando você atirou a pedra nele eu estava no andar de cima, na janela e vi tudo. Sei até onde você o enterrou.

O menino ficou de boquiaberto.

- A senhora sabia e não fez nada?

- Eu estava esperando que você viesse falar comigo e você veio. Eu perdôo meu querido – Dizendo isso abraçou o menino e o beijou.

- Nunca mais faça isso, está bem? – continuou ela.

Que maravilhoso era sentir-se livre novamente. E gostoso mesmo foi quando sua irmã veio lhe chantagear novamente. Que bom foi poder olhar firmemente para ela e dizer:

- A vovó já sabe e me perdoou.

***

Algumas lições:

  • O mesmo satanás que tenta o homem a pecar, acusa-o quando ele cai.
  • Quem encobre suas transgressões fica oprimido e escravo do diabo.
  • Deus sabe tudo o que fazemos. Ele só quer nosso arrependimento e confissão.
  • Uma fez perdoados pelo Pai, nenhuma acusação tem poder sobre nós.

“Se confessarmos os nossos pecados ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 Jo 1.9)

2 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br