quinta-feira, 30 de abril de 2009

A Parábola do Bom samaritano - Restauração

Acontece que um sacerdote estava descendo por aquele mesmo caminho. Quando viu o homem, tratou de passar pelo outro lado da estrada. Também um levita passou por ali. Olhou e também foi embora pelo outro lado da estrada. Mas um samaritano que estava viajando por aquele caminho chegou até ali. Quando viu o homem, ficou com muita pena dele. Então chegou perto dele, limpou os seus ferimentos com azeite e vinho e em seguida os enfaixou. Depois disso, o samaritano colocou-o no seu próprio animal e o levou para uma pensão, onde cuidou dele. No dia seguinte, entregou duas moedas de prata ao dono da pensão, dizendo: —Tome conta dele. Quando eu passar por aqui na volta, pagarei o que você gastar a mais com ele. Lucas 10.31-35
Deus não quer que nós caiamos. Uma vez que isso acontece, Ele ficará triste e irá nos repreender, mas, não irá nos abandonar. Deus é restaurador! Todo aquele que quer se levantar pode contar com a ajuda de Deus. Mas, quem Deus iria usar para ajudar este homem caído?
O sacerdote
Passava por ali um sacerdote. Era um líder religioso. Era alguém que deveria estar cuidando de pessoas feridas. Mas este, quando viu o homem ferido, foi para o outro lado da estrada e seguiu seu caminho. Indiferença! Como a indiferença dói! “Bem feito! Eu avisei! Não vigia, é nisso que dá. Agora que se vire”. Talvez eram estes os pensamentos deste líder religioso. A falta de compaixão faz isso. Outra coisa que produz este tipo de atitude é esquecer que todos estão sujeitos a caírem. O que eu plantar hoje, posso colher amanhã. Se eu plantar misericórdia hoje, posso colhe-la amanhã.
O Levita
Passava por ali também um levita. Estes faziam parte da tribo sacerdotal. Eram homens separados para trabalhar no templo e ajudar aos sacerdotes. Mas se a atitude do sacerdote foi a indiferença, a do discípulo dele também foi. Um líder muito influencia na conduta de seus seguidores. Um líder sem misericórdia produzirá seguidores assim também.
O Samaritano
Mas, lá vem mais um passando por ali! Quem era? Um samaritano. Israelitas e samaritanos não se davam por causa de diferenças de costumes. Estava ali um ótimo candidato a passar de largo e deixar o judeu abandonado para que acabasse de morrer. Mas este samaritano surpreendeu o judeu. A ajuda geralmente vem de onde menos esperamos. Quando viu o ferido, o samaritano ficou com muita pena dele.
Seria uma ótima oportunidade para “falar um monte” para aquele judeu quase morto. Mas ao invés disso o homem ficou com dó e parou para ajuda-lo. Ajudar alguém que ele sabia que não gostava nem um pouco dele. Isso é graça, um favor imerecido. É assim que Deus age conosco. É assim que Deus espera que ajamos com o ferido.
O samaritano aplicou-lhe dois remédios;
1- Vinho – Aqui representando o sangue do cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Por maior que seja o pecado que derrubou a pessoa, o sangue de Jesus Cristo o filho de Deus nos purifica de todo pecado (1 Jo 1.7). Os bons samaritanos mostram esta verdade ao ferido.
2- Azeite – Este representa o Espírito Santo. Enquanto o sangue vai lavando o coração e a consciência, o Espírito Santo vai enchendo de vida. Você e eu somos chamados a pedir para que o Espírito Santo venha sobre aquele que está quase morto para que ele viva (Ez 37.9).
O remédio foi aplicado mas o homem ainda não tinha forças para andar. Restauração não acontece da noite para o dia. Restauração é um processo. O samaritano não aplicou os remédios e deixou o homem ali para que se recuperasse sozinho. Ele colocou-o sobre seu animal e levou-o. O ferido precisa ser carregado até que possa caminhar. Quanto trabalho, hein! Mas vale a pena.
O samaritano levou o judeu até uma hospedaria e entregou-o aos cuidados do dono dali. Aquela hospedaria representa a igreja. A igreja é um lugar de luta, de trabalho, mas também é uma hospedaria, um lugar de repouso para abrigar os cansados e feridos.
Muitos estão precisando de abrigo. Hoje Deus quer usar aqueles que são movidos de íntima compaixão para trazer pessoas que foram assaltadas pelo diabo e estão quase mortas para a igreja a fim de se recuperarem. O plano de Deus é que ninguém se perca.
Nestes dias, Deus vai trazer de volta muitos que o diabo já tinha como fora de combate. Que Deus nos use para a realização deste propósito.

4 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br