quinta-feira, 7 de maio de 2009

Aqueles que Deus usa para mudar a história

Fale com os israelitas e diga o seguinte: qualquer homem ou mulher que fizer uma promessa especial de ser nazireu e dedicar-se ao serviço do SENHOR Deus, não deverá beber vinho nem cerveja. Não deverá beber nenhum tipo de vinho, nem qualquer outra bebida feita de suco de uvas; não comerá uvas frescas nem passas. Enquanto for nazireu, não comerá nada que venha da parreira, nem mesmo as sementes ou as cascas das uvas. Durante todo o tempo do seu voto de nazireu, não deverá cortar o cabelo, nem fazer a barba. Até acabar o tempo que ele separou para se dedicar ao serviço de Deus, ele se dedicará somente ao SENHOR e deixará crescer completamente o cabelo. O seu cabelo é um sinal da sua dedicação ao serviço de Deus. Por isso ele não deve se tornar impuro, chegando perto de algum morto, mesmo que seja o corpo do seu pai, ou da sua mãe, ou do seu irmão, ou da sua irmã. – Nm 6-2-7

A Bíblia diz que Deus separou a tribo de Levi para que lhe fosse uma tribo de sacerdotes e para que dela saíssem ministros (Ex 32.29). Somente a tribo de Levi teria este privilégio. Mas, e quem era de outras tribos e desejavam se consagrar a Deus, o que fazer? Para isso havia o voto de nazireu (Nm 6.1-8).

A palavra “Nazireu” quer dizer “consagrado”. Uma pessoa que decidisse se consagrar ao serviço de Deus através deste voto deveria manter as seguintes restrições em sua vida:

Não beber vinho ou bebida forte, não comer nada que viesse na videira, não tocar em corpo morto e não cortar o cabelo.

O voto de nazireu poderia ser por toda a vida ou por algum tempo. Em se tratando de um voto por algum tempo, havia todo um ritual que deveria ser feito ao final do voto (Nm 6.13-21).

A Bíblia destaca alguns nazireus e através deles podemos ver o propósito dos nazireus nos planos de Deus.

Sansão é o primeiro nazireu de quem a Bíblia fala (Jz 13-16). Ele viveu na época dos Juízes e foi um nazireu infiel que não soube manter seus votos. Samuel é o segundo nazireu que aparece na história bíblica (1 Sm 1.11). Samuel já é um exemplo de fidelidade em sua consagração a Deus. Foi ele quem Deus usou para fazer a transição da época dos juízes para a época dos reis. Apesar de João Batista não ser chamado de nazireu, pelas restrições impostas a ele podemos supor que ele também foi (Lc 1.15). João Batista foi usado por Deus para a transição da época da Lei para a época da Graça.

Por estes nazireus, podemos ver que uma das coisas que Deus fazia era mudar a história de seu povo através deles. O fato de Sansão ser o último juiz a ser citado no livro de Juízes, e de ele ser também um nazireu, me faz pensar que, se ele tivesse sido fiel a Deus em seus votos, teria sido ele quem Deus iria usar para mudar a decadente época dos juízes e fazê-los entrar na época dos reis. Mas, como um nazireu falhou, Deus levantou outro, Samuel, que sendo fiel, mudou a história do povo de Deus.

Creio sim que Deus usa nazireus para mudar a história de seu povo. Ainda hoje, Deus levanta nazireus para fazer isso. Na época de Samuel, havia uma crise no meio dos sacerdotes, e foi ele quem Deus usou para mudar isso. Na época de João Batista, a classe sacerdotal também se encontrava em frieza e profissionalismo. Deus usou João para levar os filhos de Israel de volta a Deus. Acredito que, sempre que a “classe sacerdotal” entra em decadência, Deus pode usar aqueles que se consagram a Ele, para mudar a história de seu povo e reascender a chama em seus corações. Os nazireus não são rebeldes que fazem motins. Veja Samuel que, mesmo o sumo-sacerdote Eli estando em cegueira e seus filhos em pecado, nunca o vemos metido em rebeliões. Os nazireus são pessoas que se consagram a Deus para que, quando os que vivem do altar falham, Deus possa lhes usar para manter a lâmpada de Deus acesa (1 Sm 3.3).

Os nazireus de hoje são pessoas que se abstêm de vinho e de bebida forte. Isso quer dizer que são pessoas que mantêm a sobriedade. Eles não se deixam embriagar por coisas que, apesar de serem lícitas, não lhes convêm. Eles se afastam dos frutos da videira deste mundo para se alimentarem da Videira Verdadeira. Eles abrem mão de coisas que para os outros não têm problema algum, mas, que para eles seria perda de tempo.

Os nazireus de hoje são pessoas que não tocam em corpo morto. Isso quer dizer que são pessoas que se afastam de pessoas que tem nome de que estão vivos, mas estão mortos. Quando percebem que estão diante de pessoas que querem lhes transmitir morte, principalmente através de palavras, eles se afastam.

Os nazireus de hoje são pessoas que deixam seu cabelo crescer, ou seja, deixam sua cabeça ser coberta, mostrando que quem é o cabeça de suas vidas é Deus. Sua cabeça, que é sua glória, é coberta, para que apareça somente a glória de Deus.

São pessoas assim que Deus usa para mudar o rumo da história de seu povo. São pessoas assim que Deus usa para fazer transições de fases. São pessoas assim que Deus usa para auxiliar os do altar quando estes se encontram doentes.

Não são rebeldes que Deus usa para mudar as coisas. Deus usa nazireus, consagrados, para mudar as coisas e reavivar seu povo.

Que Deus levante a nova geração de Nazireus!

4 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br