quinta-feira, 14 de maio de 2009

Os deuses desceram até nós

Quando o povo viu o que Paulo havia feito, começou a gritar na sua própria língua: —Os deuses tomaram a forma de homens e desceram até nós! – Atos 14.11

Na cidade de Listra, onde o povo era adorador de deuses estranhos e onde o templo de Júpiter ficava na entrada da cidade, Paulo e Barnabé chegaram e anunciaram a Cristo. Ao que parece, a princípio não lhe deram muita atenção. Mas, quando os apóstolos ordenaram que um paralítico de nascença se levantasse e andasse e ele assim o fez, o jogo virou. O povo ficou espantado com o milagre realizado e se voltaram para os apóstolos. Mas, eles não se voltaram para os apóstolos para ouvir o que eles pregavam. O povo se voltou para os apóstolos acreditando que os deuses haviam descido até eles. Eles disseram que Paulo era Mercúrio e Barnabé era Júpiter. Eles só estavam trocando uma idolatria por outra. E quantas vezes isso se repete hoje!

Muitos são os que abandonam os ídolos mudos ao crer em Jesus como Senhor. Porém o que se vê muito, são pessoas somente mudando seus ídolos de nome. Antes se reverenciava ídolos feitos por mãos humanas. De repente, se vêm pessoas adorando ídolos de carne e osso. As pessoas correm atrás de homens através de quem os paralíticos estão andando. As pessoas acreditam que estes homens estão entre elas e Deus, e que por elas podem conseguir coisas que, somente entre elas e Deus, não conseguiriam. Pessoas viajam quilômetros a fim de que Júpiter e Mercúrio possam lhes conceder coisas que através das orações de nenhum outro se realizariam.

Hoje se idolatra denominações. É comum hoje se ver convites serem feitos através do rádio e da televisão para que aqueles que fazem parte de alguma denominação, e que até agora não receberam nada, que venham até a deles. “Vem pra cá, Brasil”, é o que se diz, pois afinal, os deuses desceram até ali. E as pessoas vão ver de perto o que Júpiter e Mercúrio estão fazendo, e levam touros e grinaldas para oferecer-lhes.

Os apóstolos rasgaram suas vestem em sinal de protesto, rejeitando aquilo tudo. Eles gritaram: “É Deus quem fez!” Essa é a atitude correta. Um homem de Deus sabe que Deus abomina a idolatria e não se rende às ciladas do diabo. Se o homem de Deus aceitar os touros e as grinaldas, acabará caindo, para ele se lembrar Quem é que faz. Satanás quer ver o homem aceitando a honra que só pertence a Deus.

É abominação o homem acreditar que o que Deus fez através dele, não faria através de mais ninguém.

Por causa da idolatria, quando certas personalidades caem em erro, os que estavam seguros neles, caem também.

Que Deus nos guarde dos ídolos, sejam eles de gesso, metal ou... de carne e osso.

3 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br