quarta-feira, 15 de julho de 2009

Devo ir?

image

Davi soube que os filisteus estavam atacando a cidade de Queila e roubando o trigo que havia sido colhido há pouco.  Então perguntou a Deus, o SENHOR: —Devo ir e atacar os filisteus? —Sim! —respondeu o SENHOR. —Ataque-os e salve a cidade de Queila. – 1 Sm 23.1,2

Chegou ao conhecimento de Davi que os filisteus estavam atacando e saqueando a cidade de Queila. Queila era uma das cidades de Judá que ficava a cinco quilômetros de Adulão e estava na fronteira do território dos filisteus. Os filisteus esperavam os israelitas colherem e debulharem o trigo para depois despojá-los. Sabendo disso, Davi desejou proteger seu povo, porém, antes disso, consultou ao Senhor, para ver se deveria ir ou não. Com isso ele nos ensinou um princípio muito importante: não basta vermos uma necessidade para corrermos e tentarmos atendê-la; temos que saber se somos levantados por Deus para aquilo ou não.

Tomemos como exemplo o trabalho evangelístico; sabemos que o mundo todo precisa ser evangelizado, mas, Deus escolheu pessoas específicas para cuidar de cada porção deste mundo. Se aquele que foi escolhido por Deus para evangelizar São Paulo, ao saber da necessidade do povo do nordeste se dirigir para lá sem saber se é isso que Deus quer, quando ele estiver no nordeste ficará sabendo da necessidade do povo de Angola e para lá irá. Assim, nenhum trabalho será concluído. O segredo está em se perguntar para Deus quem ele escolheu para São Paulo, quem Ele escolheu para o nordeste e quem Ele escolheu para Angola.

Davi viu a necessidade do povo de Queila, mas, primeiramente ele quis saber se ele era quem deveria atendê-la. Deus disse que ele deveria ir e, agora sim, Davi se prontificou a ir. Sejamos assim, só “metamos a cara” a fazer algo quando tivermos certeza de que Deus está nisso. Vamos nos lembrar que temos dentro de nós a unção do Santo que, intuitivamente, nos ensinará todas as coisas (1 Jo 2.20).

 

Pr Edmilson

3 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br