quarta-feira, 8 de julho de 2009

O valor da uma boa idéia

image

Então, na frente de todos eles, fez de conta que estava louco. Quando tentaram segurá-lo, ele começou a agir como doido: rabiscava os portões da cidade e deixava escorrer saliva pela barba – 1 Sm 21.13

Davi, fugindo da inveja e do ciúme de Saul, foi para a cidade filisteia de Gate. Ali ele foi reconhecido pelos conselheiros do rei Aquis que o consideraram uma ameaça. Lembraram o rei Aquis que aquele era o jovem que havia matado o gigante Golias e foi celebrado pelas canções das hebréias. Davi, que foi ali para fugir de encrenca, se vê encurralado. Como sair de uma situação daquelas? De repente veio-lhe uma idéia.

Davi começou a passar-se por louco. Ele arranhava os portões e babava. Davi provavelmente sabia que havia uma crença entre os filisteus e outros povos do oriente de que um louco estava possuído por um deus. Estes povos acreditavam que maltratar um louco poderia incorrer na ira destes deuses. Por causa disso, os filisteus deixaram-se sair de sua cidade sem fazer-lhe nenhum mal.

Mais tarde, ao escrever o salmo 34, Davi atribuiu aquele livramento a uma ação de Deus. Clamou este pobre, e o SENHOR o ouviu; e o salvou de todas as suas angústias (Sl 34.6). Davi nos mostrou que uma das formas que Deus usa para nos livrar de muitas situações difíceis, é nos dando uma idéia, uma boa idéia.

Deus poderia ter mandado seu anjo para pelejar por Davi, mas, ao invés disso iluminou sua mente com um plano que funcionou.

Prestemos atenção a estes momentos em que uma idéia parece que cai sobre nós. Muitas vezes, é dela que vem a porta de saída que precisamos.

 

Pr Edmilson

2 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br