quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Decepcionados

image

Então Jesus lhes disse: —Como vocês demoram a entender e a crer em tudo o que os profetas disseram! – Lucas 24.25

La iam pelo caminho, dois homens decepcionados. Eles eram discípulos daquele que haviam crucificado. Eles haviam saído de sua rotina para seguirem a um homem a quem eles acreditavam que fosse o Messias, eles acreditavam que Ele iria redimir a Israel. Afinal de contas não era isso que os profetas disseram? Os profetas falaram acerca do filho de Davi que se sentaria no trono em Israel e, a partir dali, iria governar as nações. Mas, Ele foi crucificado. Será que os profetas erraram? Não, os profetas estavam certos. Eles é que eram lentos para crer em tudo o que os profetas falaram. Os profetas falaram sim dos sofrimentos pelos quais o Messias iria passar, mas eles se voltaram somente para as promessas de glória do Messias, e se decepcionaram. Não seria esse o motivo de tantas decepções para muitos hoje?

Muitos são os que se prendem a promessas tiradas de seu contexto e se decepcionam. Há pessoas que crêem num evangelho da caixinha de promessas. Com certeza existem muitas promessas na Bíblia que falam de vitória e de conquistas. Mas a palavra de Deus também fala da sexta-feira da paixão.

Como reação a um evangelho que exaltava a pobreza, o sofrimento e a mediocridade, se criou um outro evangelho que foi para o extremo oposto. Criou-se um evangelho que exalta a riqueza e a opulência como sinais da aprovação de Deus na vida. Se firmaram em verdades, mas que não são toda a verdade. Não souberam fazer uma distinção entre prosperidade e riqueza, entre ser vencedor e não se passar por provas, entre ter o que se precisa e ajuntar tesouros na terra. O resultado disso foi decepção. Decepção por que isso não funciona. Mais cedo ou mais tarde a pessoa se deparará com os embates da vida, embates estes para os quais, fazer suas confissões não adiantará nada, pois há coisas mais profundas envolvidas ali. Haverá momentos em que, por mais que o homem invoque Jeová Jiré, o que ele terá será arroz, feijão e abobrinha, e terá de ver a provisão de Deus naquilo. Ele terá que ver que o Deus do filé mignon, também é o Deus da abobrinha. Mas os que estão no caminho de Emaus, estão tão decepcionados que Jesus está falando com eles, mas eles não O reconhecem, pois aprenderam a ver ao Senhor somente quando ele faz o que eles esperam, e determinam. Na estrada de Emaus, as palavras de Jesus queimam no coração, quando Jesus está lhes ensinando algo mais profundo, mas eles não percebem.

Não crer em toda a palavra de Deus, mas só em parte dela, só traz decepção.

Pr Edmilson

2 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br