segunda-feira, 3 de março de 2008

Ele andou com Deus



E andou Enoque com Deus; e não se viu mais, porquanto Deus para si o tomou - Gn 5.24



Enoque, juntamente com Noé, é descrito como alguém que andou com Deus. Ambos viveram numa época em que a terra havia se corrompido de tal maneira, que Deus determinou destruí-la.

Enoque andou com Deus não como um eremita, escondido numa caverna. Ele viveu assim no meio de uma geração corrupta. Esta é a verdadeira santidade. É quando conseguimos fazer a luz de Deus brilhar, através de nós, no meio das trevas. Não se acende uma luz para ser colocada debaixo da cama, ela tem que ser colocada num lugar que todos vejam para iluminar (Mt 7.15, 16). Assim foi Enoque, uma luz brilhando nas trevas.

Enoque foi uma luz que brilhou constantemente e sem se apagar. Ele viveu esta vida de comunhão por trezentos anos. Muitas são as luzes que hoje brilham, mas amanhã se apagam. Muitos já foram fervorosos e zelosos, mas, passados dez ou vinte anos, perderam este zelo. A ordem de Deus, é que sejamos firmes e constantes (1 Co 15.58).

Enoque andou numa comunhão tão profunda com Deus, que um dia Deus o tomou para si. Sim, ele teve o privilégio de não passar pela morte. Jesus disse que alguns não provariam a morte, à semelhança de Enoque (Lc 9.27). Mas, quem seriam estes? Sei lá. Desconfio que são aqueles que aprenderam a andar uma vida de proximidade de Deus no meio da corrupção dos últimos dias.

4 comentários

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br